Como Gerir Melhor o seu Dinheiro: 7 Dicas Práticas

Dicas práticas de como gerir melhor o seu dinheiro

Quando começamos a investir ou queremos começar a investir a face da mesma moeda é a capacidade de sabermos gerir melhor o nosso dinheiro. Isso não quer dizer poupanças absurdas mas sim consciência real onde gastamos dinheiro de modo a avaliar se cada gasto faz sentido e vale a pena para nós. Neste artigo vamos abordar 7 dicas práticas de como gerir melhor o seu dinheiro.

#1 – Organização da sua gestão de finanças pessoais

Ter uma aplicação de gestão e finanças pessoais, ou um excel, é essencial para se ter uma percepção maior dos nossos gastos. Ao apontarmos as nossas despesas conseguimos verificar em concreto todas as nossas despesas e as categorias das mesmas e fazer uma análise mais aprofundada dos valores, gerir melhor o seu dinheiro e até mesmo tomar decisões mais assertivas com essa análise.

Se não tem nenhuma app gratuita onde faça a sua gestão de finanças pessoais consulte o meu artigo sobre a app que eu uso desde 2017 completamente gratuita e super prática aqui:

#2 – Defina o valor da sua poupança mensal

Após analisarmos os nossos gastos mensais com a nossa app de finanças pessoais, conseguimos perceber o valor que restou cada mês – a nossa poupança. Automaticamente conseguimos fazer um cálculo, que na minha opinião é super prático, que é a percentagem de poupança que fazemos por mês. Se essa percentagem for abaixo dos 10% entramos numa zona de perigo, pois em vários artigos e livros diz-se que a poupança de 10% ou mais contribui para nós conseguirmos gerir de forma harmoniosa o nosso capital.

Como por exemplo, colocar parte desse valor num fundo de emergência e investir o resto. Ou até mesmo existir uma emergência nesse mês e termos esses 10% para suportar isso. Analise a sua percentagem e mantenha essa prática mensalmente.

#3 – Aplique estratégias para poupar dinheiro

Existem variadíssimas estratégias para poupar dinheiro. Algumas delas passam por aplicar estratégias na ida às compras, ter um mealheiro, ter diferentes contas bancárias, aplicar alguns desafios para conseguir poupar dinheiro. O importante é comprometermos com algo e seguir esse plano. Há estratégias mensais, semanais, diárias e que num simples mês consegue ver logo a diferença. O objetivo não é existir um enorme sacrifício ou ser penoso aplicar algumas formulas, mas sim adapta-las ao seu estilo de vida.

Alguns artigos com algumas estratégias que já referenciei no blog:

4 – Utilize a modalidade de Cashback

Se tiver algum cartão de débito ou crédito com cashback é sempre útil se o utilizar para despesas gerais, ou seja, qualquer despesa que tenha sempre ao longo do tempo, como por exemplo, gasolina, supermercado, restauração. O motivo é simples: esse cartão de cashback irá sempre devolver uma percentagem dos pagamentos feitos no cartão. E dinheiro que volta é sempre dinheiro bem vindo!

Exemplo:
Por mês tem um gasto em despesas gerais de 500€.
500 x 12 meses = 6000€.
Se tiver 1% de cashback isso dá o valor de: 6000 x 0.01 = 60€.

Num ano consegue obter de volta 60€. Muito ou pouco, é dinheiro e deverá ser bem vindo. 🙂

Eu já fiz um artigo sobre o N26 que tem um cartão que dá 0.01% de cashback e não há qualquer comissões associadas ao cartão. É uma conta bancária online e que já me trouxe vários benefícios.

Veja o seguinte artigo:

5 – Opte por diferentes tipos de investimento

Ter diferentes tipos de investimento lembra a frase “Dividir para reinar”. A verdade é que aplicar a diversificação nos nossos investimentos parece ser a chave de ouro na relação risco/benefício. Se apostarmos todo o nosso dinheiro em 1 só investimento a probabilidade de sucesso baixa e o risco aumenta, pois basta que aconteça algo grave e podemos perder todo o nosso investimento aplicado. Se decidirmos aplicar em diferentes alternativas , teremos diferentes fontes de rendimento e o risco baixa, pois se algo acontecer a um tipo de investimento os restantes estão la para “absorver” esse embate.

Diferentes tipos de investimento:

  • Ações;
  • Ações que geram dividendos;
  • ETFs;
  • REITs;
  • P2P lending;
  • Imobiliário;
  • Etc.

Investigue sobre cada uma delas e veja qual a melhor opção para si. Cada uma delas tem os seus riscos e os seus beneficios, mas todas geram mais taxas de juro ou futuros rendimentos que as contas poupança dos bancos.

Atualmente eu tenho investimentos nas seguintes plataformas:

Alguns artigos sobre diferentes tipos de investimento:

6 – Estabeleça metas/objetivos financeiros

Muito importante este passo. É com ele que conseguirá ter sucesso nas suas poupanças e investimentos. Trace os seus objetivos mensais e anuais. Tente nunca traçar apenas objetivos anuais, mas sim, divida por diferentes alturas do ano. Mensal, trimestral, e meio ano. É mais próximo, mais atingivel e provoca-nos logo o alarme de tentar atingir a meta.

Veja o artigo que escrevi sobre:

#7 – Recompense a si próprio quando cumprir os seus objetivos

Se trabalhamos e no final do mês recebemos o nosso ordenado, porque não quando criamos um objetivo financeiro não ter direito a uma recompensa por isso?

Quando escreve o seu objetivo trace também a recompensa. Pode ser um jantar fora, passar um fim de semana num local que goste, desde que tenha em mente que irá usar o dinheiro que poupou e por isso evite gastá-lo todo. 😀
Mas crie algo que gosta, vai saber sempre melhor ter a consciência que foi com um objetivo que traçou e conquistou que está a fazê-lo usufruir dessa recompensa.

Estes são os passos que o fará gerir melhor o seu dinheiro de forma simples e prática. Espero que tenha gostado.

Desejo a todos excelentes investimentos!! $$

Deixa o teu comentário!

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.